Investimentos imobiliários: Valem a pena?

Quando a expressão “investimentos imobiliários” vem à tona, é quase que impossível não pensar no ato de possuir propriedades e locá-las para terceiros, lucrando assim com a taxa proposta de aluguel. Porém, a modernidade do mercado financeiro e a criação de diversos títulos e fundos para investimento propiciam agora a chance de fazer outras incursões para obter liquidez nesse setor.

 Além da possibilidade de aplicar nos fundos imobiliários, com regulamentação de caráter mais seguro e menos custoso do que em uma compra, venda ou locação de imóvel, existe também dentre os investimentos imobiliários a chance de adquirir uma Letra de Crédito Imobiliário (LCI) em um meio que se favorece principalmente pela certeza de que, na grande maioria das vezes, suas economias estão em segurança.

Fundos Imobiliários

Assim como o propósito de diversos fundos é de angariar rendimento para a obtenção de mais espaço no ramo ao qual ele pertence, as empresas que se disponibilizam a serem fornecedoras de fundos imobiliários estão, basicamente, atraindo investidores para a construção de novos empreendimentos ou mesmo para a administração dos imóveis já pertencentes a elas.

Com isso, ao se interessar em adquirir uma parcela do fundo imobiliário escolhido, é importante ter a ciência que existem três principais tipos entre as mais diferentes modalidades de investimentos imobiliários:

Renda Regular: Os fundos imobiliários de renda regular prezam, como o próprio nome já diz, por um tipo de rendimento constante, algo normalmente caracterizado pelo período mensal. Com isso, eles são baseados em itens como títulos de crédito e renda ou mesmo em alugueis, tendo uma taxa de rendimento que costuma variar de 0,7% a 1%, calculada de acordo com a quantia investida.

Desenvolvimento: Ao invés de primar por uma constância na lucratividade como fazem os fundos de renda regular, os fundos de desenvolvimento estão fincados em objetivos a longo prazo, como a construção de condomínios ou edifícios. Apesar de ser um investimento de maior risco e com previsão de retorno apenas a longo prazo, seu índice de lucro também tende a ser naturalmente maior.

Misto: Fundos imobiliários que possuem partes iguais ou não de investimentos tanto de renda regular como também de desenvolvimento. Esse tipo de medida colabora para uma diversificação nos lucros interessante para quem deseja tanto obter uma noção imediata dos efeitos positivos como já se planejar também para o futuro dentro dos investimentos imobiliários.

Letras de Crédito Imobiliário (LCI)

Da mesma forma que os fundos de investimentos procuram angariar fundos para o financiamento de obras referentes a construção de novos edifícios ou condomínios, as Letras de Crédito Imobiliário (LCI’s), tem o mesmo propósito, apesar de serem geralmente emitidas por bancos ou outras instituições financeiras.

Assim como acontece com os fundos de investimento, as LCI’s são um dos investimentos imobiliários que contam com a não-tributação do Imposto de Renda e, em particular, rendimento atrelado a elevação da taxa Selic. Porém, existem algumas ressalvas a serem feitas para esse tipo de aplicação, sendo que a principal delas é que essa modalidade é extremamente indicada apenas para quem almeja lucro a longo prazo.

O aconselhamento se dá principalmente pelos aspectos da liquidez (geralmente são necessários de 60 a 90 dias para se fazer o resgate de valores com relação as LCI’s) e também a necessidade obrigatória de um investimento inicial muito maior do que acontece com os fundos de investimento (sendo algo em torno de, no mínimo, R$ 30 mil).

Conclusão

Ambas as possibilidades dentro do âmbito de investimentos imobiliários são interessantes, dependendo muito de qual a quantia que você está disposto e tem a possibilidade de investir logo de cara. Seja lá qual for a sua opção, o mais importante é saber a importância de ter um investimento de renda fixa dessa natureza, não só pelo planejamento futuro mas também para evitar que as flutuações do mercado econômico atual sejam de grande prejuízo para o seu investimento.

Comentários